sexta-feira, 17 de agosto de 2018

Projeto APERTE O PLAY

Hoje iniciamos o projeto APERTE O PLAY , que é um programa de preparaç~çao pára a vida e mundo do trabalho.


Professoras reponsáveis:
     Pamela Mattos
           Vânia Santana dos Santos
                   Vilma Santana dos Santos

Café Terapêutico " Muito obrigado" - Uma pequena reflexão sobre quem somos e o que fazemos.

 Hoje, tivemos um encontro maravilhoso com a presença do amigo e companheiro professor Marco Antonio Gonçalves.
Marco é mantenedor da ONG Warrios.
Com muita emoção apresentou os trabalhos desenvolvidos em prol das pessoas em situação de rua, crianças e comunidades carentes.


Um bate papo real e necessário sobre solidariedade 
e amor ao próximo.

quarta-feira, 15 de agosto de 2018

Yoga é qualidade de vida.



Hoje iniciamos  os encontros de Yoga que acontecerão toda quarta feira no piso amarelo, no horário das  12h30 às 13h00.


Agradecemos a parceria do professor Otávio e Cláudio que conduziram o encontro.



quinta-feira, 9 de agosto de 2018

A escola que revolucionou a educação na periferia.



Flávia Martinelli
08/08/2018 04h00
Como a diretora de escola Eda Luiz e suas alunas inspiradoras revolucionaram a educação de jovens e adultos na periferia de São Paulo e se tornaram referência internacional de ensino
Com reportagem de Juliana Avila Gritti, especial para o blog MULHERIAS
A educadora Eda Luiz tem sorriso largo e aberto assim como a porta do Centro Integrado de Educação de Jovens e Adultos (CIEJA) do Campo Limpo, na periferia da Zona Sul de São Paulo, onde ela é diretora há quase 20 anos. O bairro está entre os primeiros lugares no índice de famílias em situação de extrema pobreza (que recebem até um quarto de salário mínimo) mas a escola foi reconhecida pela UNESCO como referência mundial de Educação de Jovens e Adultos.
Veja reportagem na íntegra acessando o link abaixo:


quarta-feira, 8 de agosto de 2018

Espetáculo Grupo Corpo

Hoje, pais, alunos especiais e profissionais do CIEJA puderam se encantar com a apresentação do Grupo Corpo no teatro Alfa.



 Uma viagem maravilhosa pela máquina " do corpo humano " e suas realizações espetaculares.

sexta-feira, 3 de agosto de 2018

quarta-feira, 1 de agosto de 2018

Prepara!!!


Registrando: Ações\ evento do mês de maio


Recebemos no mês de maio a visita da equipe responsável pelo  programa Escolas Transformadoras, do qual o CIEJA CL  faz parte, com a presença de representantes das escolas Viver (Cotia-SP), Colégio Equipe (SP), Projeto Âncora (SP), Escola Pluricultural Odé Kayodê (Goiás) e CEMEI Herman Gneimer (Amazonas). 
Foram momentos de troca prazerosa de conhecimento de inovações e criatividade na educação.

O programa Escolas Transformadoras é uma iniciativa global da Ashoka. Foi lançada no Brasil em 2015, numa correalização com o Instituto Alana.
Acreditamos que todos podem transformar a realidade.
Para nós a escola é um espaço privilegiado para formar sujeitos de transformação social; assim, nos unimos para reconhecer e conectar escolas de todo o país que estão construindo novos caminhos rumo a uma educação verdadeiramente transformadora. 
Ao reconhecer, promover e conectar Escolas Transformadoras entre si e com
comunidades mais amplas, buscamos contribuir para que as equipes dessas
escolas se posicionem como líderes de uma profunda transformação no cenário educacional do país.



terça-feira, 31 de julho de 2018

Registrando : Ações do mês de abril


LINHA DO TEMPO

Apresentação
Utilizadas normalmente para auxiliar na compreensão de acontecimentos, assim como estabelecer relações entre acontecimentos e ações do e no CIEJA Campo Limpo, foi percebida a necessidade da criação de uma Linha do Tempo da história do CIEJA fundamentada por quatro eixos:
1.    História da estruturação do Cieja enquanto Programa;
2.    Fundamentação teórica de valores,
3.    Simbologias na construção do espaço físico,
4.    Atividades permanentes e eventos de destaque.
Essa representação gráfica – linha do tempo -  auxiliará alunos e frequentadores na compreensão da história de lutas e evoluções dessa escola transformadora.
Período
Início: 16/04/2018
Término: 09/05/2018

Objetivo Geral
Ilustrar, assim como registrar de maneira objetiva, permanente e cronológica, fatos e acontecimentos marcantes da história do Cieja.
Objetivos Específicos
v Resgatar datas e fatos históricos.
v Reconstruir a trajetória de forma cronológica e permanente.
v Fortalecer a identidade da escola através de suas conquistas.
v Auxiliar frequentadores na compreensão da trajetória de maneira direta.
v Contextualizar Significados e Simbologias existentes no espaço.
v Constituir a Linha do Tempo como registro
v Compor de maneira complementar e ilustrativa a comemoração dos 20 anos de Cieja.
v Envolver alunos em atividades extraclasses.
v Fortalecer a identidade do Cieja.

Ações
O Projeto será desenvolvido semanalmente, se necessário, durante dois dias de cada semana, no contra turno, com a participação de professores e alunos colaboradores. Serão desenvolvidas atividades de pesquisa, entrevistas, escuta, reconhecimento de campo, ilustrações e pinturas. Com enfoque tanto no produto final, quanto no processo a ser desenvolvido.
Materiais
Tintas, pincéis, rolos, lápis 6B, escada, papéis.
Resultado Esperado
Fazer com que todos se identifiquem nessa Linha do tempo reconhecendo sua importância, bem como sua responsabilidade em habitar num espaço inovador, contemporâneo e transformador.

Resultado Alcançado



Ana Raia - parceira do CIEJA que nos ajudou no processo de descoberta dos valores .

Encontros com escritores

Durante o 1º semestre de 2018, na área de Linguagens e Códigos, procuramos mostrar aos estudantes todo o PODER da PALAVRA, ao apresentar diversas escritoras que tiveram na Literatura sua ponte para fora de uma vida de exclusão e sofrimento.
Para isso estudamos a vida e obra de Esmeralda do Carmo Ortiz, assim como citamos várias outras escritoras/protagonistas importantes como : Carolina Maria de Jesus, Cora Coralina, Adélia Prado, Malala Yousafzai.
Entretanto, notamos que ao trazer vídeos e livros, ainda havia uma barreira entre estudantes e escritores, que além de sentirem a literatura distante, não se arriscam a produzí-la por medo ou vergonha.
Dessa forma, buscamos convidar escritores periféricos para conversas durante os encontros, realizamos encontro mensais com poetas, romancistas, dramaturgos e rappers, na tentativa de aproximar os escritores de seu público e incentivar tanto a leitura como a expressão de emoções e opiniões através da palavra escrita.
Juntaram-se a nós outras áreas como Ciências Humanas, Matemática, PEC - Pensamento Ético e Científico e a turma de Acolhimento.


Cronograma dos encontros:

17/04 – POESIA NA CARNE com I Love Laje – participação: todas as turmas de Ciclo II noturno;

23/04 - POESIA NA CARNE com I Love Laje – participação: todas as turmas de Ciclo II Matutino e Vespertino;

22/05 – Conversa com escritores – participação turmas Respeito e Aprender:
       Matutino: presença de Zilda Paiva, Djalma Pereira e Portel Prado;
       Vespertino: presença de Pow Litera RUA;
       Noturno: presença de José Sarmento.

12/06 – Conversa com escritores – participação turmas Respeito e Aprender:
       Matutino: presença de José Sarmento;
       Vespertino: presença de Zilda Paiva, Djalma Pereira e Portel Prado;
       Noturno: presença de Pow Litera RUA. (no 5º período também assistiram Acolhimento e Alegria) .


Acreditamos que tais encontros contribuíram não só para o despertar da literatura, como também para ampliar os horizontes dos estudantes que sabem que sempre se pode contar com a arte em tempos difíceis.



04.04.18 Exame de troca de faixa do TAEKWONDO no CEU Capão Redondo



CIEJA Campo Limpo em parceria com o Instituto Olga Kos, responsável pela oficina de TAEKWONDO, realizaram no CEU Capão Redondo – nosso parceiro - , mais um exame de troca de faixa dos nossos alunos/atletas.


 08.04.18 -  Caminhada pelo Autismo 




Pais e amigos de crianças e jovens com síndrome de Down se juntaram na 
Caminhada pelo Autismo SP. 
Nós do CIEJA Campo Limpo marcamos presença no evento pois sabemos da importância de se permitir aprender com as diferenças.

INCLUSÃO se faz com PARCERIA.

11.04.18 – Encerramento do TAEKWONDO.


Hoje foi dia de muita emoção. 

Chegou ao fim a parceria de 2 anos do projeto de TAEKWONDO realizado pelo Instituto Olga Kos.
Agradecemos pelo  trabalho realizado pela equipe de profissionais altamente capacitados e esperamos que seja apenas um até logo.



13.04.18Visitação ao Memorial da Resistência - Pais e alunos participantes
 do Café Terapêutico.


Mais uma vez recebemos convite do Memorial da Resistência para levar nossos alunos, pais e profissionais, para juntos aprender um pouco sobre a história das lutas em busca de direitos e igualdade social.
Fomos recebidos pelo educador Daniel – nosso parceiro – que faz uso de dinâmica interativa onde todos participam. independente de suas possíveis limitações.

18.04 - Filme “Uma mulher fantástica”.

No dia 18/04, alunos do CIEJA Campo Limpo participaram de uma atividade sobre gênero e diversidade, com foco na transexualidade. 
A atividade ocorreu em parceria com o Sesc Campo Limpo, que recebeu os estudantes para a Exibição do Filme “Uma mulher fantástica”. 
Antes da saída para o filme, os alunos  participaram de uma atividade de sensibilização no piso amarelo, direcionada pelas professoras Socorreo e Juliana. 


Esse foi o momento de perceber e discutir sobre seus corpos e as diversas sexualidades. A atividade vem ao encontro com as propostas do núcleo de gênero do Cieja-Cl, além de também fazer parte dos debates propostos dentro da unidade, considerando a diversidade vivenciada no Cieja e nas comunidades.

Registrando ações do mês de março.


Acolhimento com os jovens

No início do semestre fazemos uma reunião de acolhimento dos nossos jovens, para sensibilizarmos em relação a juvenilização da EJA e as possibilidades de atuação dentro do CIEJA CL.




Aula de LIBRAS para a comunidade escolar
No mês de Março demos início as oficinas de Libras para a 
comunidade escolar com nossa instrutora  Elisabete.



11.03.18 – domingo – Comitê Paraolímpicos Brasileiro – futebol de cegos.

Pais, alunos e funcionários , a convite do Comitê Paralímpico e DRE Campo Limpo assistiram a uma partida de futebol de cegos.

A participação no evento foi de fundamental importância para que possamos valorizar  nossa capacidade de realizar atividades de cunho esportivo, visando assim uma melhor qualidade de vida, independente das limitações que porventura possamos ter.








Projeto Quebrando Muros


Início da parceria do Projeto Quebrando Muros, onde os mesmos se prontificaram a auxiliar nosso Centro com as temáticas de captação de recursos, sistematização de nossa história, assim como divulgação do projeto.

Maiores  informações sobre o programa “Quebrando Muros”

Queremos fomentar negócios que gerem impacto dentro da periferia e/ou que levam a periferia para o “outro lado da ponte”, seja por meio de serviços, negócios e até produtos, por isto, nós do Visionários criamos o Quebrando Muros – um programa de inovação social desenhado para capacitar times de jovens da periferia, com foco na Zona Sul de São Paulo, a alavancar suas ideias de negócios e conectar pessoas com seus propósitos de vida. Se você tem o desejo de empreender e ao mesmo tempo gerar impacto positivo no seu bairro e na sua cidade, este programa é para você! 



 
 


25.03.18 – domingo – Corrida e Caminhada do Instituto Olga Kos em comemoração ao Dia Internacional da Síndrome de Down.- Estádio do Pacaembu.
            Instituto Olga Kos, parceiro do CIEJA Campo Limpo, proporciona a inclusão das pessoas com deficiência por meio do esporte e da cultura.
            Para comemorar o dia Internacional da Síndrome de Down, pais, alunos, professores e amigos caminharam no complexo esportivo do Pacaembu. 


 

27.03.18 – Exposição Expo 21  “A era da INCLUSÃO” – Galeria Olido

            A era da INCLUSÃO, exposição realizada pelo instituto Olga Kos, reuniu obras de vários artistas que, nas oficinas de artes do projeto Arte sem Limites – do qual o CIEJA Campo Limpo faz parte, tiveram suas técnicas utilizadas no processo de criação e releituras.